Financiamento para o onshore pode contar com nova modalidade
ANP deve colocar em resolução proposta para viabilizar o chamado reserve base lending
Data da notícia: 28/06/2018 às 11:45

A ANP quer viabilizar uma nova alternativa de financiamento para operadoras de campos onshore em produção. A agência deve inserir em uma resolução sobre cessão de contratos, que entrará em consulta pública entre o fim de julho e o início de agosto, as regras que vão possibilitar às operadoras tomarem os recursos com bancos dando as reservas com garantia.

Hoje essa modalidade – conhecida como reserve base lending – não é viável porque se o tomador deixar de pagar o empréstimo e o banco consequentemente executar a garantia, a licença ambiental do empreendimento não pode ser transferida para um operador provisório a ser contratado pela instituição financeira para gerenciar o projeto até sua venda.

De acordo com o coordenador de Áreas Terrestres da ANP, José Fernandes de Freitas, a viabilização dessa nova linha de financiamento é um dos itens previstos pelo Reate, programa para revitalizar a indústria onshore no Brasil. Essa alternativa de funding é importante para destravar este segmento da indústria.

O desenvolvimento do onshore brasileiro hoje está condicionado ao sucesso do plano de desinvestimentos da Petrobras. Tradicionalmente, o esforço exploratório desse segmento se desenvolve financiado pelo fluxo de caixa das atividades de produção. No Brasil, no entanto, isso não ocorre porque o onshore é praticamente todo Petrobras, cujo foco são os investimentos em águas ultraprofundas.

Esse ciclo, na avaliação do executivo, será rompido com a venda de ativos da Petrobras. Ele disse que a agência se aproximou da Petrobras para ajudar nos possíveis problemas que podem aparecer durante o processo.

Outro entrave ao onshore é o fim do prazo dos contratos de concessão dos campos que estão concedidos à Petrobras. Como a maior parte é oriunda da rodada zero, os contratos estão terminando, o que gera receio por parte dos potenciais compradores quanto à sua renovação.

“A ampliação dos prazos contratuais não é um bicho de sete cabeças desde que o novo operador apresente um plano de desenvolvimento. Estamos trabalhando para que isso (a ampliação) seja transformado em resolução da ANP”, afirmou Freitas.

Nesta sexta-feira (29/6), a ANP realiza audiência pública para construção da proposta de resolução de redução de royalties em produção incremental em campos maduros. Esse é mais um item que pode ajudar a destravar os investimentos onshore no país, na avaliação de Freitas.

A EPE estima em 1,5 bilhão de boe a 5 bilhões de boe o volume recuperável de petróleo e gás no onshore brasileiro. O país fechou 2017 com reservas 1P de 597 milhões de barris e cinco descobertas comunicadas à ANP. A produção está na casa dos 130 mil barris/dia, um declínio de cerca de 40% em relação a 2000, quando a produção registrou 210 mil barris/dia.

Por  Última atualização em 27/06/2018

Fonte: Brasil energia Petróleo

Comentários

Deixe seu comentário:


Veja mais...
Reunião de associados e Workshop de oportunidades
Estande coletivo une associados e oportunidades...
Rodada de Negócios Mercopar
Imersão ao Tecnopuc Porto Alegre
Reunião de negócios no polo petroquímico de Tri...
Diretoria participa de importante decisões de d...
Área Restrita
Associados
Hinndelet
Pirâmide Engenharia
Laboratório Quimioambiental
Anúncios
Nos Encontre
TECNOPUC – Viamão/RS
Av. Senador Salgado Filho, 7000
Prédio 87 – Bloco A – Sala 107
Jardim Krahe - CEP 94440-000
Viamão/RS – Brasil

Telefone: +55 51 3493 3726
Skype: rsoleoegas1
Twitter: @RSoleoegas
Facebook: rsoleoegas
Site: www.rsoleoegas.com.br

RS Óleo & Gás
A RS ÓLEO & GÁS é uma Associação fundada com 42 empresas do setor industrial metal, mecânico e energético do Rio Grande do Sul. Criada no ano de 2006, foi motivada pelo Projeto Cadeia Produtiva do Petróleo e Gás (CPP&G RS) desenvolvido pelo SEBRAE-RS em parceria com a REFAP / Petrobras.

Gerando Oportunidades de Negócios aos seus Associados



Cadastre seu e-mail para receber as novidades da RS Óleo & Gás!