Energia Mais: portas abertas para um mercado promissor
Projeto do SEBRAE/RS chega ao segundo ano com a expectativa de fortalecer as micro e pequenas empresas gaúchas no setor de energias limpas
Data da notícia: 20/04/2017 às 15:10

Liderado pelo SEBRAE/RS, o Projeto Energia Mais acaba de entrar em seu segundo ano de realização. Em 2017, a iniciativa abrange as unidades mantidas pelo SEBRAE/RS nas regiões Metropolitana, Serra e Sul do Estado, e tem o objetivo de qualificar micro e pequenas empresas para competir no mercado de energias limpas. Não por acaso, muitas organizações participantes são também associadas da RS Óleo, Gás & Energia – que atua de forma complementar, fomentando as trocas e a busca de novas oportunidades para as diferentes cadeias produtivas do setor energético no Estado.

Nesta entrevista exclusiva para o portal da RS Óleo, Gás & Energia, o Gestor do Projeto Energia Mais, Cleverton Paranhos, fala sobre a nova etapa da iniciativa e suas expectativas em relação ao lugar do Rio Grande do Sul no mercado de energias limpas. Confira:

O Projeto Energia Mais chega, agora, a seu segundo ano abrangendo três regiões do Estado. Quais são os grandes objetivos desta nova etapa do Projeto?
O projeto é uma iniciativa do SEBRAE/RS e tem por objetivo “inserir de forma competitiva e sustentável, as micro e pequenas empresas da região metropolitana de Porto Alegre na cadeia de energia renovável buscando geração de negócios e a realização de parcerias”. Ou seja, estamos preparando as empresas para as oportunidades de negócios, a partir da alavancagem competitiva de parcerias estratégicas e do crescimento das vendas na cadeia de energia do Brasil.

Quais serão as principais ações previstas nos próximos anos? O que os participantes têm a ganhar com elas?
A diversificação da matriz energética e os investimentos na busca por fontes limpas de energia são um caminho sem volta. Nesse sentido, oportunidades surgem a todo instante, e as empresas devem estar atentas e preparadas para aproveitá-las. O projeto Energia Mais está estruturado para colaborar com as pequenas empresas que buscam a diferenciação no mercado de energia. Atuamos de forma inovadora e efetiva, disseminando conhecimento, capacitando e aproximando as micro e pequenas empresas do Rio Grande do Sul das oportunidades existentes na cadeia de energia sustentável do país.

De que forma a parceria com a RS Óleo, Gás & Energia pode contribuir na busca dos objetivos do Projeto Energia Mais?
Esta parceria já dura alguns anos. A Associação já é respeitada e está consolidada no setor de energia. Acredito que ela possa ser um agente indutor e facilitador das empresas associadas para as oportunidades do setor de energias sustentáveis.

Na sua visão, quais são os grandes desafios que o Rio Grande do Sul tem de superar na busca de uma cadeia de energias mais competitiva e sustentável? E de que forma o Projeto Energia Mais contribui na superação destes desafios?
Desafios são grandes, mas alguns gargalos já estão sendo tratados. Por exemplo: o governo vem avançando nas políticas de isenção de tributos estaduais sobre o excedente de energia elétrica gerada por sistemas de geração distribuída. Mas ainda precisamos evoluir em linhas de créditos com juros e garantias menores e atraentes para os consumidores pessoa física e jurídica. Porém, o grande desafio está na falta de conhecimento da tecnologia por parte do consumidor em geral.  Nesse sentido, o Projeto vem buscando a aproximação com o Governo do Estado, universidades, federação e outras instituições com objetivo de disseminar informações, promover a gestão e a aproximação das empresas das oportunidades de negócio existentes e futuras da cadeia de energias sustentáveis.

E quais são as expectativas para o desempenho do setor energético ao longo dos próximos dois anos? É possível vislumbrar oportunidades de crescimento em meio ao atual cenário macroeconômico, ainda marcado por incertezas e instabilidade?
As expectativas são muito animadoras. Estamos na expectativa de novas linhas de financiamento já para 2017, o que alavancaria exponencialmente o setor.  Para se ter uma ideia, se considerarmos as oportunidades somente para o segmento fotovoltaico, o potencial técnico de geração de energia elétrica apenas em telhados residenciais seria capaz de abastecer 2,3 vezes toda a demanda residencial do país. E não estamos considerando o potencial dos edifícios comerciais, industriais, públicos e rurais. Então, veja o tamanho do potencial de negócios para as empresas desta cadeia. Além disso, muito trabalho está sendo feito na busca por novas soluções tecnológicas e na descoberta de fontes geradoras de energia limpa, o que representa uma grande oportunidade para o desenvolvimento de novos produtos e serviço.

 

Por Andreas Müller | República - Agência de Conteúdo

Comentários
Cleverton

Agradeço a RS Óleo, Gás e Energia pela oportunidade e pela parceria. Andreas parabéns pelo trabalho.

Em: 21/04/2017 - 11:22:32

Deixe seu comentário:


Veja mais...
Reunião de associados e Workshop de oportunidades
Estande coletivo une associados e oportunidades...
Rodada de Negócios Mercopar
Imersão ao Tecnopuc Porto Alegre
Reunião de negócios no polo petroquímico de Tri...
Diretoria participa de importante decisões de d...
Área Restrita
Associados
Leuck
Navvi
Pirâmide Engenharia
Anúncios
Nos Encontre
TECNOPUC – Viamão/RS
Av. Senador Salgado Filho, 7000
Prédio 87 – Bloco A – Sala 107
Jardim Krahe - CEP 94440-000
Viamão/RS – Brasil

Telefone: +55 51 3493 3726
Skype: rsoleoegas1
Twitter: @RSoleoegas
Facebook: rsoleoegas
Site: www.rsoleoegas.com.br

RS Óleo & Gás
A RS ÓLEO & GÁS é uma Associação fundada com 42 empresas do setor industrial metal, mecânico e energético do Rio Grande do Sul. Criada no ano de 2006, foi motivada pelo Projeto Cadeia Produtiva do Petróleo e Gás (CPP&G RS) desenvolvido pelo SEBRAE-RS em parceria com a REFAP / Petrobras.

Gerando Oportunidades de Negócios aos seus Associados



Cadastre seu e-mail para receber as novidades da RS Óleo & Gás!