“É uma das maiores descobertas em anos recentes”
Presidente da Statoil no Brasil diz que a petroleira tem interesse em adquirir extensão não contratada de Carcará
Data da notícia: 02/08/2016 às 07:56

[29.07.2016] 19h45m / Por João Montenegro

O presidente da Statoil no Brasil, Päl Eitrheim, afirmou que a petroleira tem bastante interesse em adquirir a extensão não contratada de Carcará, no bloco BM-S-8, na Bacia de Santos. A petroleira anunciou nesta sexta-feira (29/7) que comprará a participação de 66% da Petrobras no ativo, passando a ser operadora da concessão.

“Estamos interessados e vamos o seguir os desenvolvimentos bem de perto; estamos esperando para analisar os termos e condições da próxima rodada (em 2017). Certamente temos a intenção de avaliar a área contígua ao bloco”, disse o executivo em entrevista à Brasil Energia Petróleo.

Para ele, a entrada em Carcará dará acesso a uma base de recursos ampla e comercialmente atrativa. “É uma das maiores descobertas em anos recentes”, assinalou.

A expectativa é que a transação seja aprovada até o final deste ano ou início de 2017. Quando isso acontecer, a nova operadora ainda terá que perfurar mais um poço e realizar um TLD, antes de declarar a comercialidade da descoberta o que, segundo Eitrheim, deve acontecer em 2018.

O executivo disse que ainda é cedo para pensar sobre como será o sistema de produção e escoamento de gás na área – a Petrobras tinha planos para instalar um FPSO de 150 mil barris/dia e um gasoduto até Mexilhão. “Há áreas que se estendem além da concessão; precisamos conhecer melhor a região checar a um conceito de desenvolvimento”, explicou.

A Statoil já tem experiências anteriores em formações de pré-sal, como em Angola e no bloco BM-C-33, da Bacia de Campos, onde deve se tornar operadora ainda neste trimestre, conforme acordo feito com a atual operadora Repsol-Sinopec.

No primeiro trimestre, a petroleira começou a executar a fase 2 de Peregrino, na Bacia de Campos, que prevê a instalação de uma plataforma fixa e a perfuração de 22 poços. Para o ano que vem, uma das metas é iniciar atividades de perfuração na Bacia do Espírito Santo, onde opera quatro blocos exploratórios. 

Eitrheim disse estar entusiasmado com as discussões em curso entre a indústria e autoridades para melhorar o ambiente regulatório e de investimentos. “As discussões sobre a operação única, a clareza sobre as regras de unitização, o compromisso de realizar uma nova próxima rodada, mudanças na política de conteúdo local: tudo isso é muito importante para destravar o setor”, afirmou. 

 

Clipping de estratégias de mercado da diretoria da RS Óleo,Gás & Energia

Fonte:  http://brasilenergiaog.editorabrasilenergia.com © Editora Brasil Energia

 Foto: internet/divulgação

Comentários

Deixe seu comentário:


Veja mais...
Reunião de associados e Workshop de oportunidades
Estande coletivo une associados e oportunidades...
Rodada de Negócios Mercopar
Imersão ao Tecnopuc Porto Alegre
Reunião de negócios no polo petroquímico de Tri...
Diretoria participa de importante decisões de d...
Área Restrita
Associados
Pirâmide Engenharia
Navvi
BFM Corte e Dobra Montagens
Anúncios
Nos Encontre
TECNOPUC – Viamão/RS
Av. Senador Salgado Filho, 7000
Prédio 87 – Bloco A – Sala 107
Jardim Krahe - CEP 94440-000
Viamão/RS – Brasil

Telefone: +55 51 3493 3726
Skype: rsoleoegas1
Twitter: @RSoleoegas
Facebook: rsoleoegas
Site: www.rsoleoegas.com.br

RS Óleo & Gás
A RS ÓLEO & GÁS é uma Associação fundada com 42 empresas do setor industrial metal, mecânico e energético do Rio Grande do Sul. Criada no ano de 2006, foi motivada pelo Projeto Cadeia Produtiva do Petróleo e Gás (CPP&G RS) desenvolvido pelo SEBRAE-RS em parceria com a REFAP / Petrobras.

Gerando Oportunidades de Negócios aos seus Associados



Cadastre seu e-mail para receber as novidades da RS Óleo & Gás!